quinta-feira, 15 de junho de 2017

















Xª Parte - Animais Perigosos

(em Portugal)


Em Portugal é muito reduzido o número de animais perigosos e pode dizer-se que «mortais» quase não existem. E o perigo advém sempre quando eles se sentem atacados. No entanto, atendendo ao desconhecimento que os brasileiros necessariamente têm da fauna portuguesa e dos riscos que podem correr a seguir dão-se umas dicas de animais potencialmente perigosos e das precauções a ter.

1.     CARNÍVOROS – Os mamíferos carnívoros que existem são todos espécies protegidas e não são de grande porte: lobos, raposas, lince ibérico e saca-rabos.





c.       LINCE IBÉRICO - https://pt.wikipedia.org/wiki/Lince-ib%C3%A9rico



d.      SACARRABOS - https://pt.wikipedia.org/wiki/Sacarrabos


e. URSO PARDO - https://pt.wikipedia.org/wiki/Urso-pardo
Em Portugal estão extintos mas, por vezes, no Parque Natural de Montezinho 
(nordeste transmontano junto à fronteira) aparecem vindos de Espanha. DEVEMOS
EVITAR O CONTACTO e refugiarmo-nos no automóvel. 




2.     RÉPTEIS – Em Portugal não existem répteis de grande porte e existem apenas duas espécies de víboras venenosas, todas as outras serpentes são inofensivas para o ser humano

a.       VÍBORA CORNUDA  - https://pt.wikipedia.org/wiki/V%C3%ADbora-cornuda



b.      VÍBORA DE SEOANE - https://pt.wikipedia.org/wiki/Vipera_seoanei



3.    RIOS, LAGOAS E ALBUFEIRAS - Nos nossos rios e albufeiras não existem espécies perigosas, não há jacarés, piranhas, anacondas, sucuris nem outros animais semelhantes. Existem sim cobras de água que são inofensivas e não venenosas têm até 90 centímetros de comprimento.

a.       COBRA DE ÁGUA VIPERINA – A sua cabeça é oval ao contrário das víboras cuja cabeça é triangular. http://naturlink.pt/article.aspx?menuid=55&cid=2658&bl=1&viewall=true



4.     FAUNA MARÍTIMA – Ao largo da costa portuguesa existem algumas espécies de tubarão: Tintureira, cação e pata-roxa. Mas nunca houve qualquer notícia de ataque a seres humanos. Mais perigoso, nas praias é o peixe-aranha




b.      PEIXE-ARANHA http://vida-marinha-em-portugal.webnode.pt/news/peixe-aranha/ Para prevenir picadas aconselha-se calçado de plástico ou borracha quando se for nadar ou tomar banho de mar.



5.     INVERTEBRADOS PERIGOSOS  (e não só) https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_esp%C3%A9cies_perigosas_em_Portugal


E, posto isto, divirtam-se e gozem a nossa natureza... com as devidas precauções que, afinal não são muitas

quarta-feira, 24 de maio de 2017

















IXª Parte - Viver com Salário Mínimo



Como já foi salientado na IIIª Parte - Salário Mínimo, este valor não é pressuposto para sustentar um ser humano durante toda a vida, pelo menos em condições dignas. Digamos que é como que um seguro para uma pessoa organizar a vida procurando um trabalho mais adequado às suas qualificações ou para, através de Formação Profissional, adquirir competências que lhe permitam evoluir profissionalmente e melhorar o seu nível de vida.

Este ponto já foi abordado na IIª Parte - Para ter sucesso em Portugal onde se deu uma listagem de todos os Centros de Formação apoiados pelo Estado Português onde os candidatos podem frequentar cursos que lhes vão permitir inserir-se no mercado de trabalho em condições financeiramente mais atraentes.

Também na VIIª Parte - Brasileiros e Línguas Estrangeiras se deram informações e sites que permitem colmatar deficiências GRAVES que os imigrantes brasileiros trazem no conhecimento de línguas estrangeiras (nomeadamente europeias) que, num país integrado numa união internacional (União Europeia) com uma grande miscigenação idiomática é fundamental para quem tem aspirações a um nível de vida confortável tanto para si como para a sua família.

Colocados estes pressupostos a que se deve dar a maior atenção, vamos fazer uma breve análise sobre a eventual possibilidade de vida com salário mínimo


1. ALUGUER

Esta é, sem dúvida alguma a parcela que mais pesa no orçamento.

A primeira grande dificuldade com que os imigrantes se vão deparar é arranjarem um alojamento. Existe uma grande suspeição dos senhorios relativamente a inquilinos brasileiros já que, em tempos não muito distantes, tiveram amargas experiências com pessoas pouco dignas que abandonaram os apartamentos depois de meses sem pagar deixando-os em estado lastimoso que os obrigou a fazerem obras dispendiosas para o respectivo recondicionamento. É por isso de esperar que os senhorios exijam um adiantamento de SEIS MESES a UM ANO de aluguer para garantia de que, não só as rendas são pagas, como para as obras de manutenção necessárias se o apartamento for deixado em mau estado.

Desta situação os imigrantes não se podem queixar já que estão a ser as vítimas dos desmandos que compatriotas seus fizeram e da imagem que criaram.

E quanto a valores?

Para padrão, vamos servir-nos das rendas cobradas a estudantes universitários (pressupostamente considerados pessoas civilizadas) nas principais cidades universitárias de Portugal: Lisboa, Porto, Coimbra, Braga, Aveiro, Guimarães. Subentende-se que, quem quer ser tratado com dignidade, deve assumir um comportamento e uma atitude adequada, caso contrário não conseguirá obter aquilo que pretende.

Assim teremos, a título de exemplo não vinculativo:
  • Quarto: 200 a 300 Euros
  • Apartamento T1: 400 a 500 Euros
  • Apartamento T2: 600 a 700 Euros
Esta é a despesa mais pesada com que terão de se defrontar e não é de modo nenhum aconselhável que se deixem tentar por sobrelotar o alojamento pois podem ver-se a braços com graves dissabores dados os antecedentes acima referidos.

De qualquer modo, procure alojamento fora do centro da cidade, preferencialmente nos arredores já que os preços são bem mais acessíveis e os transportes públicos são de qualidade como veremos adiante.

MUITO IMPORTANTE:

As leis portuguesas são severas no que diz respeito ao direito ao repouso e ao silêncio nocturno. Muitos brasileiros não estão habituados a respeitar os vizinhos e fazem festas nocturnas com música alta, churrascadas e animação até altas horas da noite. Isto é TERMINANTEMENTE PROIBIDO e dá direito a intervenção policial caso os vizinhos apresentem queixa, já que o silêncio é obrigatório das 22 às 7 horas da manhã.

Nas relações com a imobiliária (ou com o senhorio) ter em atenção as recomendações que foram feitas na Iª Parte – Vir para Portugal, nomeadamente:

  •  NÃO TRATE AS PESSOAS POR «VOCÊ» E MUITO MENOS POR «TU». O Português é uma pessoa formal e esses tratamentos são apenas usados quando existe intimidade. E não é você quem decide quando é apropriado. Trate as pessoas por «senhor», «senhora» acrescentando o título académico quando disso tenha conhecimento: doutor(a), engenheiro(a), arquitecto(a), professor(a), etc. E use SEMPRE as formas de cortesia, bom dia, boa tarde, boa noite, por favor, obrigado, com licença. E peça sempre desculpa se interromper alguma coisa ou conversa. Seja EDUCADO como gostaria que fossem para consigo.
  • EVITE LINGUAGEM, VESTUÁRIO E PENTEADOS «RADICAIS» se não quer ser associado a marginais. Ninguém o vai prender por isso mas também NINGUÉM lhe alugará um apartamento em condições.

2. TRANSPORTES

A rede de transportes públicos em Portugal vai surpreendê-lo pela qualidade, pontualidade e preço. Tanto os comboios, metro e autocarros são modernos, constantemente renovados e dispõem de ar condicionado e wi-fi.

Mas atenção: Se por qualquer motivo (tentativa de fraude ou distracção) for apanhado pela fiscalização sem bilhete válido, pagará uma multa igual a CEM VEZES o valor correspondente ao bilhete em questão.

Todas as redes de transporte têm ao dispor dos utentes passes mensais para os trajectos que lhes sejam usuais por preços muito reduzidos.

Consulte os sites respectivos:


Carris - Transportes Públicos Lisboa

www.carris.pt

www.metrolisboa.pt

www.cp.pt/passageiros/en




3. ELECTRICIDADE, ÁGUA, INTERNET, TELEFONE/TELEMÓVEL

Os valores abaixo indicados entendem-se para uma família de 3 pessoas residindo no Porto
  • Electricidade                     110€/mês
  • Água e saneamento             20€/cada 2 meses
  • 3 telemóveis                       70€/mês
  • Internet+TV+telefone fixo    40€/mês


4. OUTRAS DESPESAS

Na IVª Parte - Custo de vida em Portugal, já foram listadas outras despesas habituais, como


  • Supermercados
  • Automóveis
  • Artigos para o lar
  • Bricolage
  • Combustíveis.
Uma vez que já se falou de salário mínimo na IIIª Parte, já estamos habilitados a planear o nosso orçamento e ter ideia de como vamos conseguir viver ajustando as nossas despesas ao encaixe financeiro que vamos obter, como solteiros ou como casal.

Mas a sugestão continua a ser a mesma: embora duas pessoas consigam viver dignamente com dois salários mínimos, a verdade é que é muito recomendável procurar subir na carreira através da Formação Profissional (como já foi várias vezes referido) para alcançar uma situação confortável que permita uma vida sem sobressaltos e que valha a pena viver.


E ISSO É POSSÍVEL EM PORTUGAL!

sábado, 20 de maio de 2017

















VIIIª Parte - Precisamos de Brasileiros?

Um dia destes caiu-me debaixo dos olhos uma postagem de um mentecapto (*) brasileiro, há um par de meses em Portugal afirmando, convicta e arrogantemente que precisamos de brasileiros para equilibrar as contas da nossa Segurança Social porque a nossa população está a envelhecer.

ERRADO! Portugal não precisa de Brasileiros, sobretudo quando a sua inteligência se compara à dos chimpanzés. Portugal precisa de GENTE JOVEM, brasileiros, ucranianos, romenos, que queiram uma nova oportunidade de vida e se queiram integrar na nossa sociedade.

E sabe porquê, seu Einstein de meia tigela? Porque a qualidade do nosso ensino é tal que todos os anos vêm a Portugal chusmas de empresas estrangeiras atraídas pelo desempenho dos nossos jovens e pela facilidade com que eles se adaptam a línguas estrangeiras. E, infelizmente, no momento, as empresas portuguesas ainda não estão financeiramente à vontade para remunerar esses jovens em paridade com as empresas alemãs, holandesas, britânicas ou americanas que os vêm contratar.

Por exemplo, seu «iluminado», você não faz a mínima ideia (nem sequer procura informar-se antes  de dizer enormidades), que os nossos jovens são capazes de dominar a técnica dos robots em metade do tempo que levam os seus colegas alemães a atingir o mesmo grau de competência. (três meses contra seis)

Igualzinho ao Brasil, não é?

Por isso, meu jovem, cale a sua boca imunda antes que o SEF se aborreça e o mande de volta para o lugar de onde nunca deveria ter saído. Porque se você regressar às suas origens, há DEZ MIL CANDIDATOS a querer ocupar a vaga que você desprezou.

Quem tem a faca e o queijo na mão não é você. SOMOS NÓS que podemos escolher aqueles a quem damos o PRIVILÉGIO de vir morar entre nós e beneficiar de todas as mordomias que Portugal oferece quando comparado com a lixeira de onde você saiu.

  • Segurança
  • Saúde pública
  • Inflacção
  • Custo de vida
  • Educação
  • Pacifismo
  • Nível de vida
  • Desemprego
  • PIB per capita
  • etc, etc, etc
Porque vir para Portugal, seu brazuca, É UM PRIVILÉGIO para os Brasileiros que fazem fila à porta dos consulados portugueses

Percebeu agora? Ou quer que lhe faça um desenho? Por isso aceite um conselho dado de boa vontade (embora a minha vontade fosse de dar-lhe uns açoites).

Dê graças a Deus, ao Senhor do Bonfim ou a Iemanjá por ter sido aceite e procure valorizar-se profissionalmente, aprenda línguas, frequente cursos de formação profissional nos centros protocolares para poder subir na vida e sair do salário mínimo. Para poder dar à sua família um bom nível de vida e uma cultura de primeiro mundo aos seus filhos.


E antes de voltar a escrever enormidades, procure documentar-se. Não pense que por estar há um par de meses em Portugal já apreendeu a cultura de uma nação com quase nove séculos de história.

E seja humilde... porque você está entre nós POR ESMOLA. Não está na sua terra.


(*) Mentecapto = Idiota

sexta-feira, 19 de maio de 2017

















VIIª Parte - Brasileiros e línguas estrangeiras.


É sobejamente conhecida a má qualidade de ensino público no Brasil que faz com que imensos imigrantes tenham grandes dificuldades em conseguir um emprego em Portugal  com vencimento acima de salário mínimo.

Já constatei que jovens brasileiras, nos seus vlogs (não vou identifica-las) confessaram que nos seus empregos os respectivos maridos eram os únicos que apenas falavam português enquanto os seus colegas de trabalho (portugueses ou europeus) falavam três ou quatro línguas para além do português.

Claro que, numa situação destas os brasileiros terão muito mais dificuldades em progredir na carreira profissional do que os seus colegas já que muito frequentamente existem manuais e livros de consulta em língua estrangeira que eles estão incapacitados de compreender.

Felizmente, em Portugal, existem oportunidades para quem sente esse tipo de dificuldades e pretende recuperar as oportunidades perdidas… só que exige empenho e força de vontade.

Assim, para aprendizagem e/ou aperfeiçoamento existem vários institutos (eu próprio frequentei alguns para aprendizagem e aperfeiçoamento o que me abriu largas oportunidades na minha carreira profissional).

Vejamos alguns dos mais importantes sites onde poderá recolher toda a informação:

1.     Inglês (British Council)


2.    Francês (Alliance Française)


3.    Alemão (Goethe Institut Portugal)


4.    Espanhol (Instituto Espanhol de Línguas)


5.    Italiano (Istituto Italiano di Cultura)


Estes são apenas os cursos oficiais patrocinados pelas próprias embaixadas com professores das respectivas nacionalidades. Mas para além destes existem muitos mais, particulares e de outras línguas para quem quiser realmente aprender.

Como se pode ver, oportunidades e meios não faltam. E muitos destes cursos são em horário pós-laboral.

Pode é não haver vontade de aprender e força de vontade para subir na vida. Mas disso, Portugal não tem culpa  

quinta-feira, 18 de maio de 2017

















VIª Parte - O Ouro do Brasil

Para onde foi o ouro do Brasil?

Parece existir no Brasil uma campanha caluniosa de desinformação culpando Portugal pela situação caótica em que o Brasil se encontra.

Chega de dizerem que o Brasil está arruinado porque Portugal lhe roubou o ouro

Para acabar com acusações sem sentido, aí está a lista de conflitos em que os brasileiros se envolveram e onde espatifaram a herança que receberam de Portugal:



·         A campanha da Cisplatina (1822)
·         A campanha da Bahia (1822)
·         A campanha do Piauí (1823)
·         A campanha do Maranhão (1823)
·         A campanha do Pará (1823)
·         Confederação do Equador (1824)
·         Guerra da Cisplatina (1825 a 1828)
·         Revolta dos Mercenários (1828)
·         Revolta do Guanais (1832)
·         Revolta dos Malês (1835)
·         Guerra dos Cabanos (1835 a 1840)
·         Revolução Farroupilha (1835 a 1845)
·         Sabinada (1837 a 1838)
·         Revolta dos Balaios (1838 a 1841)
·         Revoltas Liberais (1842)
·         Revolução Praieira (1848 a 1850)
·         Guerra do Prata (1851 a 1852)
·         Revolta do Ronco da Abelha (1851 a 1852)
·         Questão Christie (1863)
·         Guerra do Uruguai (1864 a 1865)
·         Guerra do Paraguai (1864 a 1870)
·         Questão Religiosa (1872 a 1875)
·         Revolta dos Muckers (1874)
·         Revolta do Quebra-Quilos (1874 a 1875)
·         Questão Militar (1883 a 1887)
·         Encilhamento (1889 a 1891)
·         Revoltas da Armada (1893 a 1894)
·         1ª Revolta da Boa Vista (1892 a 1894)
·         Revolução Federalista (1893 a 1895)
·         Guerra de Canudos (1896 a 1897)
·         Revolução Acreana (1899 a 1903)
·         2ª Revolução da Boa Vista (1907 a 1909)
·         Revolta da Chibata (1910)
·         Guerra do Contestado (1912 a 1916)
·         Etc, etc…

O Brasil está em ruínas porque os brasileiros não tiveram juízo e gastaram-na a matarem-se uns aos outros. 

E as guerras e revoluções são o melhor meio de delapidar os recursos de uma nação. Além da corrupção, claro.

Para além disto, o Brasil espatifou (e continua a espatifar) toda a riqueza que os portugueses deixaram, nomeadamente:
·        
  • ·            o açúcar
  • ·         o café
  • ·         o cacau
  • ·         a borracha
  • ·         os diamantes e pedras preciosas
  • ·         a pecuária
  • ·         os minérios
  • ·         o OURO (o Brasil é, hoje em dia, o 13º maior produtor MUNDIAL de ouro)
  •   http://ouroedinheiro.com/principal/ouro-brasileiro-producao-reservas.htm
  • ·         o PETRÓLEO
  • ·      o LÍTIO (o Brasil tem a 6ª maior reserva e é o 9º maior produtor mundial)  


Para onde foi todo essa riqueza?

E a verdade a respeito do ouro é que a coroa portuguesa apenas recolhia 20% desse ouro. Tudo o mais ficava no Brasil para desenvolvimento e defesa da colónia.

Estudos recentes PROVAM que de 1500 a 1822, ou seja durante os TREZENTOS E VINTE E DOIS ANOS em que o Brasil foi colónia de Portugal, a coroa portuguesa recebeu do Brasil o equivalente a 122 MIL MILHÕES DE DÓLARES ao câmbio actual.

Paralelamente, estima-se que só no século XXI, portanto em MENOS DE 20 ANOS já foram desviados do Brasil mais de 500 MIL MILHÕES DE DÓLARES 

Ou seja QUATRO VEZES MAIS do que os portugueses retiraram em 322 anos.

Então qual é a solução para o problema do Brasil?

Lembram-se de quando Lula chegou ao poder? O povo brasileiro ergueu-se contra o sistema e conseguiu que o seu «herói» Lula da Silva chegasse a Presidente

E essa é a solução, erguer-se o povo brasileiro e exigir que os políticos deixem de ser corruptos e cuidem do povo.

Como Ghandi fez na Índia quando ergueu o povo contra a Inglaterra que era uma potência mundial. E conseguiu!

O Lula não cumpriu? Arranjem outro e outro e outro até que encontrem um sujeito honesto que não se deixe encantar pelo dinheiro e cumpra aquilo que prometeu.

A solução do Brasil não está na Europa nem nos Estados Unidos, nem em mais qualquer parte do mundo fora do Brasil. Está no POVO BRASILEIRO que tem que ganhar consciência da sua força, mas também da ignorância em que o têm mantido. Com historietas caluniosas atirando a culpa para terceiros que nenhuma culpa têm no assunto

Já ouviram falar do Princípio de Pareto? Imagino que não. Ele mostra a distribuição da riqueza de um país pela população.

Num país normal, 80% da riqueza de um país está nas mãos de apenas 20% da população enquanto dos restantes 80%, 30% vivem confortavelmente e 50% modestamente ou no limiar da pobreza.

Num país como o Brasil e demais países da América do Sul (e na África também), o fosso entre ricos e pobres é MUITO MAIOR. E o povo é mantido na ignorância para comodidade e segurança dos nababos da classe alta.

Enquanto não aparecer alguém com carisma que arraste o povo atrás de si, a situação do Brasil não vai melhorar e o povo continuará a ser explorado até ao tutano.

Lula foi um indivíduo assim, com carisma, mas deixou-se deslumbrar e afundou ainda mais o país. Ele não soube elevar-se como Ghandi e está agora a contas com os seus erros e ganância. E o povo brasileiro é que continua a pagar a factura. 

Só que Ghandi era um advogado formado em Inglaterra e o que são Lula e os seus seguidores?

Portanto vamos pensar nisso, fazer um acto de contrição e deixar de acusar quem não tem culpa da situação do povo brasileiro. Para fazerem do Brasil o GRANDE PAÍS que pode e deve ser.

Porque se querem ter futuro e dar-se bem em Portugal NUNCA, mas mesmo NUNCA, insultem os Portugueses falando dessa calúnia inventada por quem quer esconder as suas responsabilidades deitando as culpas para as costas dos outros.